más opciones

Como miembro de futuroscracks podrás crear tu propia página, comentar vídeos, contactar con otros usuarios y acceder a su perfil completo.

Noticias: Brasil

Ver todas las noticias
18-10-2012
Twitter  Facebook

Bruno Gomes é o futuro artilheiro de Manchester

15 anos de puro talento

A parceria entre Manchester United e Desportivo Brasil já não é mais segredo pra ninguém.

Apesar da Traffic evitar comentar o assunto com a imprensa nacional, o Manchester seleciona garotos abaixo dos 18 anos e deixa na equipe brasileira até que eles atinjam a maioridade e as transferências internacionais sejam legais.

Depois, caso o atleta ainda não tenha conseguido passaporte europeu, ele fica no FC Twente, onde recebe o documento em pouco tempo. No máximo dois anos.

Bruno comemora gol do título no Paulista sub-15

Enfim, dentre os jogadores que estão no Desportivo, mas já tem um caminho traçado para Manchester, está o atacante Bruno Gomes, que nasceu em 1996.

A carreira de muitos gols e muitos clubes começou ainda na escola, mas logo passou para o São Paulo Center, que é um espaço do tricolor para captação de atletas. Do São Paulo Center, em 2009, surgiu a chance de fazer um teste no Palmeiras, através de um conhecido na família.

O faro para gol apareceu rápido, Bruno foi aprovado e logo inscrito no Paulista sub-13. Jogando apenas o segundo turno, o atacante marcou cinco gols e foi o artilheiro do alvi-verde na competição. O Palmeiras acabou eliminado ainda na segunda fase.

O começo no Palestra foi promissor, mas tudo acabou depois da morte de um dos diretores. Da equipe de Bruno, restaram apenas dois atletas. O Palmeiras passou a contar mais com atletas da parceira Energy Sports.

Sem clube, Bruno ficou um tempo parado até conseguir uma vaga para jogar no Macabi, de São Carlos. Lá, já atuou pelo sub-15 (em 2010) e foi artilheiro do Paulista Interclubes com impressionantes 21 gols em 16 jogos.

Com esse talento, claro que Bruno não ficaria muito tempo em uma equipe de pouca expressão. Pouco depois foi o Corinthians quem contratou o atacante para jogar a Copa Brasil Votorantim de 2011, já que as inscrições para o Paulista sub-15 de 2010 já haviam se encerrado.

Na Copa Votorantim mais artilharia. Com três gols em quatro jogos, Bruno Gomes foi artilheiro do Corinthians na competição e foi ai que a carreira do jovem mudou pra sempre: Bruno Gomes chamou a atenção do olheiro Manchester United no Brasil, John Calvert-Toulmin, que seleciona os atletas para que façam parte da parceria entre Desportivo (Traffic) e os Reds.

“O pessoal do Corinthians insistiu pra eu ficar lá. Eles ligaram pro meu pai sugerindo um plano de carreira, com contrato quando eu fizesse 16 anos, mas eu e a minha família, decidimos que o melhor era aceitar a proposta do Manchester”, comentou Bruno, que confessa não saber exatamente como tudo aconteceu: “Não sei direito como foi, só sei que o representante do Manchester no Brasil conseguiu o telefone do meu pai e ligou pra ele dizendo que estava interessado no meu futebol e decidimos ir. Todas as decisões nós tomamos em família”.

Futuro e presente? Bruno Gomes posa ao lado de Wayne Rooney

A chegada no Desportivo Brasil para começar os treinamentos para jogar em Manchester quando atingir a maioridade não foi das mais fáceis. Bruno é o único jogador /96 que faz parte do projeto, nos times 95/ e /94 têm outros três.

“Eles olham com outros olhos os garotos do projeto Manchester. Eu tive que conquistar meus companheiros e buscar meu espaço no time”, disse o jovem atacante. “Eles me tratavam diferente, eles fazem isso com os meninos do Manchester, meio que isolam. No começo foi bastante difícil”.

A dificuldade ficou para trás, no Desportivo Brasil Bruno Gomes foi sucesso absoluto. No Paulista sub-15 o atacante foi artilheiro isolado da competição com 30 gols, inclusive marcando nos dois jogos da final contra o São Paulo, que garantiram o título para a equipe gerida pela Traffic.

Tanto sucesso em 2011 fez o Palmeiras, por exemplo, se arrepender de ter dispensado o atleta em 2009.

A diretoria palmeirense chegou a oferecer quase meio milhão de reais para tirar Bruno do Desportivo Brasil. A equipe gerida pela Traffic cobriu a proposta alvi-verde e assinou com o jovem por três anos. É o primeiro contrato profissional do atacante, que não nega que a oportunidade de jogar no Manchester United tenha sido um fator importante na decisão tomada pela família de ficar no Desportivo.

Ao lado do futuro técnico, Sir Alex Ferguson

A vida para quem faz parte do “Projeto Manchester” é diferente. Os garotos têm aulas extras de inglês e até algumas partes diferenciadas do treinamento, para acostumarem com o estilo mais forte e rápido do futebol inglês.

“Lá na Inglaterra a bola não para um segundo, é muito diferente, e os passes são sempre muito fortes, parecem chutes”, comenta Bruno. “Aqui no Desportivo Brasil o treinamento é parecido com o que fazemos no Manchester, eles até dão esses passes mais fortes pra gente acostumar”.

O principal é isso mesmo, estes garotos viajam periódicamente para Manchester e treinam com o United. Lá, eles ainda almoçam e passam boa parte do tempo com o grupo de profissionais:

“Eu fui pra lá em agosto (2011), a gente ficava com os profissionais e treinava com o time sub-18. O Agnaldo e o Aguilar (que também jogam pelo Desportivo) treinaram lá comigo. Eu passava bastante tempo com o Rafael e o Fábio (ex-Fluminense) e o Anderson também. O Anderson é muito engraçado. Em março vamos voltar pra lá e vamos ficar duas semanas”.

Bruno ressalta também o cuidado do Sir Alex Ferguson com as categorias de base. Segundo o atacante, Ferguson supervisiona todos os treinos do time sub-18 e até chegou a conversar com o jovem brasileiro: “Não sei se é por ser o sub-18, mas o Ferguson sempre acompanhava os treinos”.

Todo o cuidado não é por menos. Nos fóruns do Manchester United na internet, é possível ver os fãs ingleses ansiosos pela chegada dos jovens brasileiros. Eles acompanham, mesmo que de longe, o desenvolvimento de todos os atletas.

Em ação pelo Desportivo Brasil

Os torcedores parecem esquecer um pouco da “maldição” dos brasileiros no Manchester. Nunca um jogador ofensivo tupiniquim fez sucesso pelos Reds. Até Anderson chegou ao time como meia ofensivo e virou volante, mas para Bruno isso não é problema: “Esse é só mais um desafio e eu não tenho medo de enfrentar os meus. Tenho fé em Deus e sei que ele vai me ajudar”.

O sonho de Bruno Gomes é tão alto quanto a expectativa criada sobre ele. Quando perguntado sobre referências de jogadores no qual se espelha, dois atacantes de seleção vem a mente do jovem: Ronaldo e Luis Fabiano.

Referências boas e condizentes com o estilo de jogo de Bruno. Apesar de ter uma considerável arrancada e habilidade para passar os adversários, não são essas características que mais chamam a atenção em Bruno Gomes.

O jovem prometido ao Manchester tem uma colocação excepcional, finalização precisa e principalmente muita inteligência em campo.

Sempre bem posicionado, Bruno não precisa se esforçar muito para marcar seus gols. O pensamento rápido para evitar os zagueiros ou tirar a bola do alcance do goleiro, realmente é um diferencial que facilita muito a função de balançar as redes.

Pra completar, ele ainda tem uma boa altura, cabeceia bem e finaliza muito bem de média distância, uma arma letal contra as defesas adversárias.

Prometido ao Manchester, colecionando artilharias, Bruno poderia ter muitos planos bem lá na frente, mas já preferiu traçar sua meta para 2012 e 2013: “Só depende de mim agora. Quero jogar bem esse ano pra participar da Copa São Paulo no ano que vem e se Deus quiser chegar a seleção sub-17 e disputar o Mundial da categoria. Vou lutar por isso, quero muito defender a seleção, depois disso vou pra Manchester”.

Para conseguir isso, ele precisa repetir o sucesso de 2011 e torcer para o Desportivo Brasil não impedir novamente a convocação do jovem.

No entanto, 2012 tem tudo para ser ainda melhor para o atacante. O ano já começou com quatro gols, sendo três em apenas um jogo, da Copa Rio Preto sub-17.

Além disso, Bruno deve atuar junto com outros dois atletas que também vão para Manchester: Lucas Evangelista e Aguilar, que nos fóruns de torcedores do Manchester é considerado o trio mágico, o futuro da equipe.

Isso deve facilitar a vida dele no Desportivo, bem diferente do começo, quando se sentiu isolado por ser o único atleta do Manchester na equipe e quem sabe, realmente renda a tão sonhada vaga na seleção brasileira.

 

CREDITOS: http://gabrielfuh.com.br/


comentarios